ABTENAU - No início do concerto no centro da freguesia de Abtenauer o músico brasileiro Nonato Luiz (62) deixou seus visitantes enfeitiçados. Com virtuosismo, seus dedos dançaram em todo o braço do violão clássico e promoveu uma variedade emocionante de sons na sala. Em suas composições, Nonato Luiz destila e mistura, entre outros elementos, clássicos com bossa nova, blues e sons sul-americanos. Ele recebeu uma educação clássica e está profundamente enraizado na música de sua terra natal, seus ritmos e harmonias. Em Abtenau, Luiz findou sua excursão pela Áustria.

Em ritmo tipicamente brasileiro, juntamente com elementos do folclore Luiz tocou a peça "Um dia de Sonho". A peça foi escrita para sua filha Mariana. "Frevo" foi uma homenagem ao seu compatriota e violonista Baden-Powell. Inspirado pela atmosfera no centro da freguesia, o brasileiro tocou a peça "Foi Deus".

Breves explicações sobre suas composições foram dadas por Nonato Luiz e ouvidas em Português. Foi traduzido por Angela Costa-Auer, que tinha se mudado há algum tempo para Abtenau, demonstrando seu amor ao Brasil.

"Era muito mais simples só poder tocar o violão, mas sua alma estava lá", disse um visitante que ficou impressionado. A noite de virtuosismo, sons claros e amigos da vida e facilidade findaram muito cedo.

Hilde Baumgartner (74), diretor do Salzburg Bildunsgwerkes, Zwigstelle Abtenau, organizou o concerto atmosférico. Ele dele a ideia da série "Klassik em Abtenau".

No sábado,13 de junho, às 19h30, haverá continuação. O próximo concerto da série ressoará no centro paroquial local: sob o título "Mais sete pontes - uma viagem entre Batida, canção e música clássica", com as delícias musicais de Johann Sebastian Bach, Kurt Weil, Udo Jürgens e muitos outros.

Christine Fröschl

Tradução de Jorge Pieiro, escritor.

 
  Nonato Luiz: nonato@nonatoluiz.com.br Forma Criativa